Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

O teu sorriso


'Acme and Septimus' de Lord Frederick Leighton
                                    “Acme and Septimus”  de Lord Frederick Leighton


Todas as flores
que plantarem
e colherem,
para monumentais
oferendas,
todos os versos
do grande trovador,
ao cair da tarde,
ou a lira do cantor
em reclamos justos,
todas as batalhas tidas
e havidas,
todo os perfumes
naturais,
todos os ventos do norte
ou a boreste
do braço de Deus
ou furacões...
Toda a maldade
do homem
contra si mesmo
ou o maior amor
ou a pior dor da terra...
Todo o ódio da fera,
todas as planícies
e montanhas
ou o mapa dos caminhos,
mares bravios
e rios brincalhões,
toda a embriaguez
das paixões,
toda a ternura
da menina moça,
toda a loucura
do poeta
ou qualquer prêmio
outro, desse mundo,
comparam-se ao teu sorriso,
quando para mim...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:56
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Lu Rosário a 22 de Junho de 2007 às 04:00
Não sei porqie eu tenho a sensação de já ter lido este poema aqui... deve ser dé jà vu (é assim que se escreve?), pois é... o poema é muito lindo.

Beijos.


De jpcfilho a 22 de Junho de 2007 às 08:55
Olá Lu, ou pode ser que o Vinicius ou o próprio Drumond tenham me copiado. que achas...beijos


De Mel de Carvalho a 24 de Junho de 2007 às 00:58
Belo poema, amigo.

Um abraço
Mel


De jpcfilho a 25 de Junho de 2007 às 09:30
Olá Mel, obrigado pelo elogio, que vinda de uma poeta me faz maior...beijos


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds