Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Odes esquecidas


'Poet' de Mahmoud Farshchian
                           “Poet”  de Mahmoud Farshchian


Tenho muitos versos
amordaçados,
acorrentados, entre o vazio
e o nada.
Agarram-se à dor da solidão
e estrebucham,
mas se mantêm inalcançáveis.
Quero expulsá-los
e, em catarses de dor,
expurgá-los,
desobrigar-me das
poesias perdidas
e chocar, enternecer, purificar,
expor minhas solidões,
meus medos, meus amores,
minhas dores,
e, na expiação sem rimas,
mais um contributo
às odes esquecidas...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 22:55
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Secreta a 6 de Julho de 2007 às 09:19
Em palavras escritas ao acaso , depor todos os sentires.
Bom fim de semana ...
Beijito.


De jpcfilho a 6 de Julho de 2007 às 23:57
Olá Secreta, um maravilhoso fim de semna procê tb...beijos


De ftfontes a 8 de Julho de 2007 às 19:25
Para não ser esquecida...lindo Poeta

Meu doce beijo


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds