Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Musa


'Muse' de Irina Mazur
                                       "Muse"  de Irina Mazur


Quando olho para ti,
penso em uma canção distante,
uma cantiga que ouço,
desde o começo dos tempos,
lá, onde deixei meus sonhos,
além da fantasia
e das quimeras...
És tu esta canção
que, em repetidas eras,
emociona o mundo
e a mim.
Agora, és meu mundo,
já que me invadiste
como esta canção distante
que, agora, mora em mim.
És a música
e o amor
que em mim habita.
És o desassossego
de que eu necessitava
e meu motivo para paz
e para guerra,
para o amor
e para a dor
que eu gosto de sentir,
como essa canção distante
que ouço de ti,
agora, mais próxima,
pois te aguardo e sonho.
É minha maneira de viver.
Tenho saudade
e nunca te vi.
Tenho saudade,
tanta quanto espero,
ansioso,
pela primeira manhã
da vida...


De: João Costa Filho




publicado por jpcfilho às 22:02
link do post | comentar | favorito
|

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds