Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Eu e tudo


'The Four Quarters of the Globe' de Peter Paul Rubens
                             "The Four Quarters of the Globe"  de Peter Paul Rubens


Eu sou o centro do Universo,
eu sou o sol, o mar, a lua,
sou as plantas, sou o animal,
sou o sonho de tudo,
sou o ideal,
sou o amor e a dor,
o efêmero e o eterno,
sou o céu e o inferno,
sou todas a cores,
adejos e pássaros voadores.
Sou Adão, sou Eva
e o paraíso,
o nascer e o morrer,
sou o tempo perdido,
sou o patriota, o patriotismo,
os ideais e revoluções,
sou a Paz, sou a Guerra,
moro em cima e em baixo da Terra
e conheço, de conhecer,
todas a Feras.
Sou a construção e a demolição,
no amor, sou melhor que Sutra,
sou o repouso, sou a luta,
vivo em todas as dimensões,
sou Mário, sou Maria, Regina, Terezas e Joões
[tudo que se imagine sou Eu]
das águas, ao fogo de Prometeu,
sou o jogo de azar, sou a vida,
sou a grande emoção preterida
das mãos espalmadas,
os olhos e a mente
a apreciar quem sou
e que sou Eu
e o que mais existir,
do que se possa falar, ver, ouvir,
da injúria, de todos os crimes,
da política e da má fé,
da alegria, a solidão,
sou o mote, o chiste, a canção
que embala toda a poesia e beleza
e toda a desgraça da Terra,
do apocalipse final, ao começo do fim,
tudo emprenhando, rasgando em mim,
sou a pobreza besta e a riqueza frugal,
sou ferro, ouro, sou vegetal,
e tudo que sou, e sou mais,
só sou, por ti...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:24
link do post | comentar | favorito
|

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds