Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Fardo



Sofre homem,

carrega teu fardo.

Nada a fazer.

Nada tens que fazer.

Tosse,

geme,

arde,

enche de ar teus pulmões.

Viverás mais um pouco,

talvez muito...

Ainda tens

talvez de carregar

e descarregar algumas

barcaças de dor.

Esse é teu fardo

e de mais ninguém.

Arde,

tosse,

geme,

homem...

 

De: João Costa Filho


publicado por jpcfilho às 18:33
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Cöllyßry a 12 de Outubro de 2007 às 19:17
Fardo que carregamos pela vida fora, do passado que com graça Divina não lembramos...

Lindo Poeta meu doce beijo neste azul de mar e ceu

e emoção de voz, falada


De jpcfilho a 12 de Outubro de 2007 às 22:56
Olá Collybry, tomara que ops fardos tenhma diminuido com sua santa ajuda. Um maravilhoso fim de semana.
beijos


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds