Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

O mistério é vero

 

 

 

 

Só o mistério é verdadeiro

o saber é quase nada...

Nunca mais direi:

que nada sei,

para pensarem que sei.

A verdade sobrevive

debaixo de suntuoso manto

entre duas sombras

Nenhuma certeza sobrevive;

a sorte sempre será lançada

e nunca ninguém saberá

que nada sabe...

Vasto Universo

vasto mundo.

Muitos homens

na escuridão da eternidade

com um megafone

e uma insignificante lanterna

à procura de si,

do saber

à procura do amor

pensando tolices

à procura de nada...

 

João Costa Filho


publicado por jpcfilho às 13:08
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De oriona a 20 de Novembro de 2008 às 21:09
Estamos tão sempre à procura de nós mesmos, à procura de encontrarmos em nós o que não conhecemos, que tantas vezes nos perdemos.

“Só o mistério é verdadeiro”
“O amor será sempre um mistério”
Lindo seu pensamento!

Beijos


De TiBéu ( Isa) a 20 de Novembro de 2008 às 23:03
beijos.gif


De M.Luísa Adães a 21 de Novembro de 2008 às 09:15
Só o Mistério é verdadeiro! Apenas o Mistério sabe do
Tudo e do Nada, só ele impera de noite quando tudo se recolhe ao Nada e Ele, Mistério, transforma-se no Tudo e domina o nada! Procurar - o quê? pergunta ao Mistério e ele leva-te a lugares escondidos que tu desconheces.
Ele sabe tudo - mesmo quando feneces e morres!

"Ele sabe tudo" to não sabes nada! Vives de ilusões!

parabéns Poeta.

Maria Luísa


De cõllybry a 24 de Novembro de 2008 às 18:06
Mistérios dizem da Eternidade, que tantos querem desvendar, mas não o mistério só mesmo em nós existe...Belooooooooooooo. lindo Poeta

Beijitos doces


De coquetteintelectual a 25 de Novembro de 2008 às 22:22
NOVO BLOG:
www.coquetteintelectual.blogs.sapo.pt


De Secreta a 26 de Novembro de 2008 às 17:46
"Eu só sei que nada sei ..."

Beijito.



De M.Luísa Adães a 29 de Novembro de 2008 às 11:00
João

Só o mistério é verdadeiro ... está dentro de nós, estende-se à nossa volta ... só nós o conhecemos...
Ele é a Verdade, daquilo que não dizemos...

Bºs. Maria Luísa


De oriona a 30 de Novembro de 2008 às 20:25
Oi, só passando para deixar um abraço bem carinhoso ao amigo que tanto estimo!

Beijos! Estes não podem faltar..rs


De cõllybry a 3 de Dezembro de 2008 às 18:20
tantos gostariam de o desvendar....O mistério

Beijos, lindo Poeta


De Chellot (a Bruxinha) a 4 de Dezembro de 2008 às 17:24
Sempre a procura como se isso bastasse para encontrar a si mesmo. Belo poema.

Beijos de giros.


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.Link em selo



.links

.pesquisar

 

.subscrever feeds