Domingo, 12 de Abril de 2009

Que vive

 

  

Anima a tua vida

como a rosa dos ventos

ou girassol, que orienta-se de luz.

Toda a tua natureza é luz

Que em cascatas de teus sonhos,

suaviza, teus dias poucos.

Tua idade de borboleta

não te pertence,

quando a terra em que pisas

te chama todas a noites, e dias

Dorme menos,

brinca um pouco de criança,

e voa com os pássaros

até o vórtice de ti.

E te expande em amor, e dor.

Cuida da primeira aurora,

e cultiva flores, muitas flores,

e beija uma criança todas as manhãs,

pois a noite não tarda,

e é muito escura,

como o sono eterno.

O dia é a única metáfora da vida,

exercita-te, e terás oceanos de idéias.

Como definir um minuto de vida,

ou um século de sono?

Ninguém sabe! Então, nunca esqueças

de amar muito o amor, e bem,

em cada instante que for teu,

para que renasças todos os dias

á luz do sol.

Como o “Pássaro”.

QUE VIVE...

 

 


publicado por jpcfilho às 12:18
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Sonhosolitario a 13 de Abril de 2009 às 21:17
olá amigo jcpfilho ,está um encanto este seu poema .
viver a vida antes que seja tarde ,é uma pura verdade .
espero que tenha tido uma santa pascoa com muito amor e felicidade,
um forte abraço
deste seu amigo sonhosolitario


De oriona a 14 de Abril de 2009 às 01:57
Saudades...saudades...saudades eternas...
Lindos versos que tocam o mais fundo da alma!
Lindos!
Beijos
Oriona


De M.Luísa Adães a 15 de Abril de 2009 às 08:03
joão

tua idade não te pertence.
Está muito escuro, é quase noite,
mas em troca do sono da morte
tu vais ver o Infinito
coberto de estrelas brilhantes
e faz dele o teu manto,
para te cobrir das agruras
do instante
E amar o amor
Acima de qualquer momento
Sem sentires tormento!

Lindo poema, o teu poema!

Beijos,

Maria Luísa


De vieira calado a 18 de Abril de 2009 às 04:10
O dia é a única metáfora da vida,

exercita-te, e terás oceanos de idéias.

Como definir um minuto de vida,

ou um século de sono?

Muito belas estas frases!


Beijinhos


De oriona a 19 de Abril de 2009 às 18:41
Oi amigo, obrigada pela visita, eu estou bem e você?
Beijos!


De M.Luísa Adães a 19 de Abril de 2009 às 19:28
João

vi um pássaro a morrer,
nada poude fazer
e vim a tremer,
esconder no teu recanto
o meu medo, de morrer...

O teu pássaro vive,
é mais brilhante!

O meu morre
e eu morro
um pouco mais
contigo,
presa ao canto do amor
que deixou de ser amor!

beijos,

Maria luísa


De Lu Rosario a 20 de Abril de 2009 às 00:23
É viver se preocupações.. na busca de concretizar sonhos.

Saudades deste teu recanto. Eu sempre sumo.. minha vida é uma loucura, nunca ta quieta.. sempre em movimentos bruscos.

Beijos!


De Secreta a 23 de Abril de 2009 às 11:34
Nunca nos podemos esquecer de Viver!
Beijito.


De Lu Rosario a 23 de Abril de 2009 às 14:28
Estou sempre por aqui, mesmo quando estou postando com frequencia.. às evzes me acontece uns problemas q de tão sérios, tiram minha alegria em escrever.. ou então minha tristeza, digamos minha intensidade na escrita..rsrs

Postei novamente, nada muito animador. Mas minhas garras no Sem Pudor não irão se apagar.. beijos!


De paulo vilmar a 25 de Abril de 2009 às 04:17
João!
É a grande metáfora da vida!
Mas que belo o pássaro que vive...
Abraços!


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds