Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

O mistério é vero

 

 

 

 

Só o mistério é verdadeiro

o saber é quase nada...

Nunca mais direi:

que nada sei,

para pensarem que sei.

A verdade sobrevive

debaixo de suntuoso manto

entre duas sombras

Nenhuma certeza sobrevive;

a sorte sempre será lançada

e nunca ninguém saberá

que nada sabe...

Vasto Universo

vasto mundo.

Muitos homens

na escuridão da eternidade

com um megafone

e uma insignificante lanterna

à procura de si,

do saber

à procura do amor

pensando tolices

à procura de nada...

 

João Costa Filho


publicado por jpcfilho às 13:08
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Buraco negro


'From Darkness to Light' de Jean Delville
“From Darkness to Light” de Jean Delville


Sou o fruto maior
do pecado
original?...
Sou a luxúria,
a lascívia, a líbido:
redivivas, reverberando.
Sou todos os vulcões,
terremotos, maremotos,
tsunamis,
que liquidificam meu sangue,
pulsando e explodindo,
implodindo,
em meus pulsos.
Me perco, me perdi,
em ti.
O que sinto é uma mensagem
divina?...
Infernal?...
Não sei.
Não quero saber.
Se cego, mudo, surdo,
fanático,
só rezo por ti...
És a plataforma suave
de meu corpo.
Catapultas
minhas incoerências
para o vazio
cósmico, de onde vim.
Sem ti,
não sou nada.
És o buraco negro,
o início ou o meio,
enfim...


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 14:04
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds