Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

Eu e o outro


'Metamorphosis of Narcissus' de Salvador Dali
                                    "Metamorphosis of Narcissus"  de Salvador Dali


Viajar em mim
já não basta,
para perceber o gênero
humano.
Olho-me no espelho,
profundamente,
e sou o que nego.
Hesito em me ver,
se, ali, está e mora
tudo que condeno...
Não vou mais acusar,
não vou mais denegrir
ou dizer mal,
ou nomear vilões
ou canalhas.
Vou me abster
dessa ilicitude.
Sequer, vou olhar para trás
ou qualquer sítio.
Sequer, vou sentir vergonha,
pois... se de quem?...
É meu anelo
e estou terrivelmente vazio
de mim.
Ou devo voltar ao espelho
e aceitar que somos
unos
e que eu sou
o outro?...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 20:30
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Sílvia a 29 de Dezembro de 2006 às 16:48
Por vezes nós não nos conhecemos muito bem. Às vezes temos medo de determinada situação porque não sabemos que temos capacidades para a enfrentar. Outras vezes chegamos a ficar "aparvalhados" com as nossas próprias atitudes pois nunca haveriamos pensado antes que poderíamos fazer tal coisa. Nós temos que nos explorar e fazer uma viagem ao nosso interior por todas aquelas estradas das quais fazem parte o intestino delgado...Parar, pensar, reflectir no que aconteceu, o porquê de ter acontecido, porque reagimos daquela forma...Viajar dentro de nós mesmos é um processo demorado e muitas vezes é como um labirinto no qual não encontrámos saída.

Bom ano


De jpcfilho a 30 de Dezembro de 2006 às 06:44
Querida Silvia, é isso aí, dentro de nós moram alguns desconhecidos, que só se revelam em situações extremas.. E de momento vemos o que condeanos nos outros...Um Ano Novo maravilhoso.Beijos


De Mel de Carvalho a 31 de Dezembro de 2006 às 10:39
Amigo, ora aqui está um poema que eu gostava de ter escrito! Para além de belo é assertivo.

Deixo-te de novo uma flor do meu jardim, um toque da varinha da "Fada dos Sonhos" e da Mel aquele abraço e um beijo ...

Até 2007 amigo.
Que o Infinito Cásmico te abraçe e te de tudo o que mereces, são oe meus votos mais sinceros.


De jpcfilho a 31 de Dezembro de 2006 às 19:03
Querida amiga Mel, muito obrigado pelas tuas doces palavras, e pela flor de teu jardim, e pela mágica Fada...Beijos


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds