Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2006

A devota


'Harlequin' de Clarence K Chatterton
                                            "Harlequin"  de Clarence K. Chatterton


E a devota, na janela,
viu a banda passar
e, toda bela,
viu o Pierrot, a Colombina,
o Arlequim.
Viu o pecado e o alegre
inferno, em folias
pagãs,
todos condenados
pelas escrituras...
Mas os olhos do Arlequim
disseram-lhe coisas
profundas, que sabiam
a alma e a corpo.
Mais a corpo...
E, a toda aquela
endiabrada folia,
não resistiu
e caiu no carnaval,
inteira.
Cantou, pulou, gritou,
beijou, amou.
E amou mais e muito.
Quatro dias, sem parar...
Enlouqueceu de amor
e de alegria, até às cinzas...
Hoje, ela abdica das rezas
e diz que rezará, cantando e pulando
e amando seu Arlequim...
E que, de seu pastor,
tem pena,
se nem sabe que o inferno
é dele...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:10
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 15:18
O que é belo acaba depressa,mas ficam as lembranças na memória de tempo.
Folia saudável a que assisti;e dancei e pulei até ser dia.
Beijinhos
MariaMaria
(http://vahalla.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariam12@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 08:36
Olá Juda, obrigado pela visita, e na volta do carnaval, não esquece de dizer das folias.. grande abraço...espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 08:34
è isso aí Andréa, num tem reza que resolva quando estamos possuídos pelos demônios, e o melhor mesmo é acompanhá-los...beijos...espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 08:30
Alo Marta, tudo bem querida, isso é verdade passamos coisas incríveis e muitas vezes sofridas, mas penso que melhor te-las vidido, do que não ter do que lembrar...beijosespelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2006 às 00:15
Olá, passei para deixar um abraço...Juda
(http://osaldanossapele.blogs.sapo.pt)
(mailto:juda-ben-hur@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 22:03
Passamos por momentos de plena felicidade em nossa vida.
Momentos estes que nos marcam de uma forma surpreendente,
e nos transformam, nos comovem, nos ensinam e muitas vezes,
nos machucam profundamente.

As pessoas que entram em nossa vida,
sempre entram por alguma razão, algum propósito.
Elas nos encontram ou nós as encontramos meio que sem querer,
não há programação da hora em que encontraremos estas pessoas.

Assim, tudo o que podemos pensar é que existe um destino,
em que cada um encontra aquilo que é importante para si mesmo.
Ainda que a pessoa que entrou em nossa vida, aparentemente,
não nos ofereça nada, mas ela não entrou por acaso,
não está passando por nós apenas por passar.

marta
(http://perfumedemulher.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro89@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Fevereiro de 2006 às 21:51
Qualquer devota se rende ao Carnaval, ninguém consegue resistir... Ainda mais se for aqui no Brasil. BjksAndréa
(http://drex.blogs.sapo.pt)
(mailto:drex_z@sapo.pt)


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds