Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Minha religião


'Le chemin du ciel' de René Magritte
                 “Le chemin du ciel”  de René Magritte


Sou um religioso
sem religião.
Todas as minhas crenças
pairam algures,
num Deus incognoscível
que não se desvela,
não fala com o homem
e não nomeia profetas
quaisquer,
mas diz de amor,
de reverberar.
Na divina essência,
a força maior,
só o amor, os versos,
rimas e canções.
São os pássaros,
o rio que musica,
o vento que balança as palhas,
o canto que desgarra,
sem igrejas suntuosas
ou dogmas preestabelecidos,
mantenedores de poder,
das verdades absolutas
e de vendilhões.
A minha religião
não carece de pastores
que falam de infernos (deles?).
A minha religião
está acima de infernos
e dos capetas inventores.
Está na esperança do menino
e na flor que perfuma o punhal.
Sou religioso,
mas não tenho
onde rezar...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:42
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Secreta a 27 de Março de 2007 às 10:40
Estou plenamente de acordo com estas tuas palavras :)
Beijito.


De jpcfilho a 28 de Março de 2007 às 08:51
Olá Secreta, é isso aí, então vamos inventar um lugarzinho para nossas orações. beijos.


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds