Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Amar-te


'Reclining nude' de Frédéric Bazille
                                              “Reclining nude”  de Frédéric Bazille


Todos os poemas
falam de ti.
Dizem lascívias,
dizem da vida,
falam de desejos
e viagens a Eros e Tânato.
Em muitos desejos,
tudo natureza
em performance
de perpetuação,
estabelecendo, aí,
loucuras de amor,
doudo amor,
um recado de Deus
no pecado venial.
A síntese, o prazer,
a pele, o sangue
clamam, reclamam
tua nudez,
teu aroma de mulher,
a carne trêmula
de alma consumida,
eternizando o bem
maior,
o simples viver,
louvar, tocar, sentir
e, simplesmente, amar.
O resto pouco importa.


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 05:54
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Secreta a 7 de Agosto de 2008 às 09:04
Porque amar preenche-nos , amar dá-nos vida!
Beijito :)


De Eärwen Tulcakelumë a 7 de Agosto de 2008 às 22:47
O amor é, simplesmente! E teus versos demonstram isso de uma forma sublime.

Pérolas incandescentes de carinho amigo.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

O amor é, simplesmente! E teus versos demonstram isso de uma forma sublime. <BR><BR>Pérolas incandescentes de carinho amigo. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Eärwen</A>


De Eärwen Tulcakelumë a 7 de Agosto de 2008 às 22:55
O Amor é, simplesmente. E teus versos demonstram isso de uma forma sublime.

Pérolas incandescentes de carinho amigo.

Eärwen


De paulovilmar a 8 de Agosto de 2008 às 01:32
João!
Amar é a parte da vida que nos move...!
Abraços!


De ana poeta. a 9 de Agosto de 2008 às 15:13
João (meu poeta).

Lindos versos, q ternamente traduzem esse amor visceral, só um poeta de tamanha sensibilidade consegue essa dualidade de sensações ímpares.

Beijos Poéticos.
;**


De carla granja a 10 de Agosto de 2008 às 09:27
Olá João! como sempre lindas palavras que descreves quando falas de amor
te desejo um bom domingo e passa por cá
bjo
carla granja


De M.Luísa Adães a 10 de Agosto de 2008 às 14:58
João Costa filho

"AMAR-TE"

Todos os poemas
falam de ti ...

Simplesmente Amar
O resto pouco importa.!!!!!


O resto é o mais importante
Escreva o que ficou por dizer,
Isso o vai consumir
Se o não fizer ...
Mas é assim que quere?
Então fique como está!

O poema é lindo!
Tem de acreditar!

beijos,

Maria Luísa


De oriona a 10 de Agosto de 2008 às 23:39
...simplesmente amar...
Lindo, lindo, lindo seu poema.
Amei demais!

Um anraço para ti meu anjo!
Oriona


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds