Quarta-feira, 4 de Abril de 2007

A rua direita


'A moonlit road' de John Atkinson Grimshaw
         “A moonlit road”  de John Atkinson Grimshaw


Tua mão disse tristeza,
teu olhar falou adeus
e sumiste no cruzamento
da rua direita.
Minha mão pairou tímida,
meu olhar
expressou a despedida.
Foste determinada.
Fiquei vacilante,
sem palavras.
O verbo foi contigo.
Todos os meus planos
misturaram-se
à multidão,
como no fim do mundo.
E, depois de alguns anos,
ainda estou na mesma esquina,
petrificado,
independente do tempo
que rói.
Fico aqui
nem sei mais porquê,
se todas as minhas
atitudes
partiram contigo,
pela rua direita...


De: João Costa Filho




publicado por jpcfilho às 22:20
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Lu Rosario a 5 de Abril de 2007 às 01:52
Foi na rua direita que o passado parou e bem na direita onde os tempos convencionou que este era o lado que da sorte.

Não sentes arrepios?
Principalmente quando vais dormir?
Pois é..minh vida tem sido uma correria e algumas vezes do nada sinto arrepios não somente na pele,mas dentro de mim.Sensação sem explicação.

Tenho sumido porque estou ocupada demais com os estudos,mas nunca esqueço de vc nem do blog ou dos outros amigos virtuais.
Adoro todos.

Beijos.
Te cuida!


De jpcfilho a 5 de Abril de 2007 às 19:06
Olá Lu, ninguém vive sem arrepios, isso literalmente faz parte. E quando são aarepios de amor, viiiiche..beijos


De Secreta a 5 de Abril de 2007 às 17:59
O tempo passa , mas o amor fica .
Beijito.
Boa Páscoa.


De jpcfilho a 5 de Abril de 2007 às 19:08
É isso Secreta, só o amor fica. Um linda Páscoa procê. beijos


De Silvia a 5 de Abril de 2007 às 18:56
Eu já passei pela situação de perder o rasto de uma estrela que eu gostava muito. Tantas vezes olhei o céu a procurá-la e tantas vezes desanimei porque não a encontrei. Ontei essa estrela mandou um sms para o meu telemóvel depois de eu ter enviado tantos e nunca terem sido respondidos. Fiquei feliz porque apesar de ausente a estrela se lembrou de mim e embora não possa aparecer no céu quando pretendo deu sinais de vida e andará em busca do seu rumo e um dia eu poderei encontrá-la novamente.

Beijos


De jpcfilho a 5 de Abril de 2007 às 19:10
Olá Silvia, e nossa estrela haverá de brilhar. Se não essa, outra estrela de alguma constelação distante, não importa, desde que brilhe ....beijos.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds