Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

O dedo


'The Creation of Adam' de Michelangelo Buonarroti
                                  “The Creation of Adam”  de Michelangelo Buonarroti


O dedo mostrou o
caminho dos montes
e apontou as estrelas,
distantes musas.
O dedo apontou a lua
e teceu a lã
que cobriu o homem,
naquele inverno.
O dedo roçou a flor.
O dedo fez amor.
O dedo, campeão
de carícias.
O dedo mostrou à menina
em que lado da rua
ela morava.
Fez trejeitos obscenos.
O dedo furou o bolo.
O dedo contou os dedos.
O dedo contou a multidão.
O dedo disse não
e riscou um divisor
de histórias.
Dedo em riste
fez a guerra,
ordenou massacres.
O dedo acusa.
O dedo dedura.
O dedo expulsou
do paraíso
e cabalou votos,
e enrugou,
e apontou os homens,
e os condenou,
e os delatou.

os deletou.
O dedo vil
crucificou o Homem.
Depois, fez o sinal da cruz...


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 06:14
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De M.Luísa Adães a 22 de Agosto de 2008 às 10:02
jpcfilho

o dedo apontou mil coisas belas e rudes,
levou seu tempo a apontar,
nunca parou ...
Depois crucificou o Filho do Homem
e com candura cinica e abjecta,

"Fez o sinal da Cruz"

Lindo!!! Maria Luísa




De TiBéu ( Isa) a 22 de Agosto de 2008 às 19:39
Com alguma saudade deste mundo virtual e de alguns amigos, aqui estou eu depois de umas férias. Venho deixar o meu carinho e um bj sorridente


De M.Luísa Adães a 24 de Agosto de 2008 às 19:06
The creation of Adam

"O dedo apontou as estrelas"
mostrou os Anjos de Deus
e roçou as nuvens
ao pé dele...E sorriu!

"O dedo contou a multidão"
mandou para campos de exterminio
ordenou os massacres dos homens
e ficou a vêr a maldade... e sorriu!

Em movimentos lentos contou,
homens, mulheres, crianças
e matou , destruiu ... e sorriu !

"Ensinou a menina que passou"
e mostrou um caminho de horror
e violou ... e sorriu sem pudor!

"O dedo apontou as estrelas"
apontou o Inferno
apontou a fogueira
chamou ... Sorriu e matou!

Depois, ajoelhou e rezou!

Beijos,

Maria Luísa











De paulovilmar a 25 de Agosto de 2008 às 06:13
João!
E após o sinal, certamente, sentiu-se redimido!
Belíssimo texto!
Abraços.


De carla granja a 25 de Agosto de 2008 às 22:07
ola amigo joão! e so lendo o que escreveste é que se dá valor ao que temos mesmo sendo apenas um dedo
amigohje deixo uma dedictoria que me fizeram e cáesperopor ti
te desejo uma optima semana
bjo
caral granja


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds