Domingo, 13 de Julho de 2008

Camaleoa


'Lost illusions' de Alexander Kotchetow
                                             “Lost illusions”  de Alexander Kotchetow


Por me salvar,
em ti me perdi.
Perdição e salvação
e te sonhava.
Vieste e,
agora,
não sei quem sou.
Me perdi, me encontrei,
encontrando-te,
e meu caminho descambou.
Quem sou eu?...
Onde estou?...
Sou teus nervos,
és os vidros nos meus.
Onde estás?...
Quem és,
Camaleoa?...
Não tinha paz.
Agora, não tenho paz.
Gozo e padeço,
amo e sofro,
sou dependente
e masoquista
do desespero
que busquei
toda uma vida...


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 13:44
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De oriona a 13 de Julho de 2008 às 22:09
Olá novamente, passando para visitar e me deleitar em teus poemas. Tuas palavras me cativam.

Abraços!


De Secreta a 14 de Julho de 2008 às 16:28
O Amor tem sempre duas faces.
Beijito.


De Pólvora a 15 de Julho de 2008 às 09:45
no fundo andamos todos perdidos por essa mesma causa...chegamos mesmo a dizer que nos encontramos quando de facto...foi nessa pessoa que nos perdemos.

bonito poema
bjs


De Esyath Barret a 15 de Julho de 2008 às 23:45
O que eu poderia dizer de tais versos? Que quando amamos não somos razoáveis, o desespero do sentir nos domina e imersos na paixão, sofremos da compulsão de sermos mais que meros mortais... de sermos os imortais dos versos... os tais... apaixonados amantes.
Realista este poema, demais até para o meu gosto...

Beijos (Des)conexos!


De Cadinho RoCo a 16 de Julho de 2008 às 21:37
Pela perdição dos encontros é que somos despertados para a vida.
Cadinho RoCo


De menina sonhadora a 16 de Julho de 2008 às 21:56
Ola!
ha tanto tempo
ja tinha saudades de viajar nas tuas palavras =)
bjs


De ana poeta. a 17 de Julho de 2008 às 15:25
João. (meu poeta).

Encontrar-se no outro e depois "perde-se" mostra o qto somos volúveis. Esse mesmo sentimento de entrega e doação nos faz refém de nós mesmos. Essa "camaleoa" é a tua redenção. Lindos versos.

Beijos Poéticos.
;***


De menina sonhadora a 17 de Julho de 2008 às 22:45
Ola!
obrigada pelo comentario e pela ajuda, ja tinha saudades das tuas visitinhas
bjs


De carla granja a 18 de Julho de 2008 às 21:24
o amor tem dessas coisas por vezes 2 faces por vezes de nós foge.
Amigo ,desculpa a minha ausencia mas tenho tado de ferias e so hje voltei a postar e ca espero por ti
bjo e bom fim de semana
carla granja


De Secreta a 18 de Julho de 2008 às 15:32
Olá,
Vim visitar-te ...
Deixo um beijito :)


De Maria a 19 de Julho de 2008 às 15:47
Olá joão, espero que estejas bem.
Escondendo-se aninhada assim
é um tesouro que buscas, ou não...
tantos sentimentos num só.
Porque será?
Adorei o teu poema, porquê também eu, sinto e espero pela minha paz.
Bom fim-de-semana.
Beijinhos e um sorriso
Maria


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds