Quarta-feira, 25 de Março de 2009


'Dust bowl' de Alexandre Hogue
                                           “Dust bowl”  de Alexandre Hogue


Não tenho nome,
não tenho pátria,
não sou ninguém,

nada sou.
Não tenho casa
nem religião.
Nenhuma crença extra.
Não torço por times,
não canto louvores.
Nunca tive mestres
nem nada.
Sou apenas um pária
arredio
que pensa o planeta
sem geografias, sem fronteiras,
sem aleluias
ou joelhos no chão.
O chão que dá frutos,
o chão que é meu,
o chão de meu DNA,
em qualquer hemisfério
ou latitude...
Sei que sou terra
e sei que ela sou eu.
Não tenho sabedoria.
Só tenho contemplação
e a espera de voltar para
de onde vim.
Não sou de esquerda,
não sou de direita.
Estou à esquerda da direita
e à direita da esquerda
e sempre rio dessas bandeiras
e de suas múltiplas bondades
ou de seus fanáticos apegos.
Não me enterrem com bandeiras.
O meu estandarte é o mundo
e eu, um grão cósmico.
Apenas observo
a infinitude
de ser poeira
ou menos...
Muito menos!...


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 18:45
link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De ana poeta. a 5 de Abril de 2009 às 23:48
João.

Sempre te leio silenciosamente, ultimamente tenho feito isso c mais frequência, pois meu tempo de dedicação e desvelo aos blogues estão escassos, a vida tem sido madrasta, mas de alguma forma o perto e longe são apenas paradoxose em alguns momentos dizem um pouco de mim.

Qto ao teu poema de hj , está simplesmente sublime, algo q não saberia verbalizar num singelo coment, vc foi feliz em vários versos de seu poema, por isso completa-se e diz muito do q penso, somos pó de um mundo maior q a nossa existência e vc c poeira incandescente me faz qr ter um grão da tua imensa sensibilidade. Parabéns!

Não reclames de abandono, pois essa saudade nos faz lembrar sempre q temos um ao outro. E vc sabe q te admiro e quero muito tê-lo em minha galeria de estima e consideração.

Beijos Poéticos.
;***


De Sonhosolitario a 8 de Abril de 2009 às 23:54
olá amigo Jcpfilho estou aqui para lhe desejar uma santa e feliz pascoa .com muita saude e muita felicidade para o meu amigo e todos quanto o rodeiam .
um forte abraço ,deste seu amigo sonhosolitario
tony para os amigos
pascoa feliz


De M.Luísa Adães a 9 de Abril de 2009 às 09:56
joão

Este poema é muito belo! Parece que já o comentei, mas não tenho a certeza.
Que é feito de ti, meu poeta amigo?
Eu, M. Luísa, estou doente e tenho de permanecer
em casa, nem ao terraço posso ir, mas gostava de saber de ti. Faz-me falta a tua presença virtual. Uma
Páscoa Feliz!

Bºs Mª. Luísa

p.s. vê o m/ blogs (último poema)


De Sonhosolitario a 9 de Abril de 2009 às 17:04
olá amigo JcpFilho venho aqui desejar-te uma santa e feliz Pascoa ,são os votos deste seu amigo virtual,um forte abraço ...
sonhosolitario


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 9 de Abril de 2009 às 22:22
Image

Beijito meu


De oriona a 10 de Abril de 2009 às 04:19
Oisss
Vim para te desejar uma linda e abençoada Páscoa!

Beijos


De Alzira Macedo a 11 de Abril de 2009 às 09:03
Olá amigo...

Lindo este teu poema, cada vez que te leio consigo viajar no sonho...
Parabens por tao belo poetar...

Aqui te deixo o desejo de que passes uma santa e feliz pascoa junto dos que mais queres...
beijo e até breve


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds