Sábado, 12 de Maio de 2007

Guardo em mim


'My senses' de Talantbek Chekirov
                               "My senses"  de Talantbek Chekirov


Guardo, dentro de mim,
uma quimera,
uma saudade latente,
pungente
e a espera.
Guardo, dentro de mim,
tua imagem,
teu rosto,
teus contornos,
tudo teu,
e conto, nos dedos
ou nas estrelas,
os momentos de te ver,
tocar, ouvir
e, depois, guardar de novo,
retendo-te um pouco mais,
para minhas horas
vazias...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:04
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Lu Rosario a 13 de Maio de 2007 às 15:40
Guardar o outro dentro da gente é ter a certeza que quando bater a saudades pode-se ier lá atrás...onde estão as lembranças.

Beijos, Super Omi.


De jpcfilho a 14 de Maio de 2007 às 09:10
Olá Lu, é isso mesmo, é como ter uma reserva de domínio...beijos


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds