Domingo, 13 de Maio de 2007

O amor


'Romance in red' de Alfred Gockel.jpg
                              "Romance in red"  de Alfred Gockel


Vou fechar os olhos
e viajar contigo,
em rios e mares
ainda não navegados.
Vou voltar no tempo
e pensar um amor visceral,
poderoso,
que diga de sangue
e de flores.
Flores ensangüentadas
da paixão,
amor terrível,
que perfume o inferno
e peque no paraíso.
Um amor cavalheiresco,
para uma dama que arrisca
tudo, pelo momento maior,
sem dúvidas.
Se necessário, atravessar
os portais da morte,
sem medo,
unos,
para eternizar o indefinido,
pujante,
no amor e na dor,
sem reticências.
Até ao fim,
amor, amor, amor...
E, depois, quero morrer
bêbedo dessas lembranças,
que é melhor
do que nunca tê-las vivido...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:25
link do post | comentar | favorito

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds