Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

Vens do norte...


'The enchantress' de Arthur Hughes
       “The enchantress”  de Arthur Hughes


Já te dei muitos nomes.
Já te fiz tantos roteiros
e tantas falas...
Vesti-te de princesa
e dei-te muitos tesouros.
Rolei o mundo a teus pés,
mandei o sol parar
e adornei a luz de luz.
Clareou dias, meses, anos...
Há muito que te vigio e oro,
e não sei teu nome
nem quem és,
senão, um monumento
que ergui,
para minhas orações,
para me expandir, me libertar,
algemando-me
aos ventos que
te trazem do norte...
Ou será do sul?...


De: João Costa Filho




publicado por jpcfilho às 21:34
link do post | favorito
De Maria a 19 de Junho de 2007 às 01:38
Olá meu amigo João.
Espero que estejas bem.
Nome de princesa tb queria ter enaltecido pela vontade,mesmo do Norte como vento que alastra pela madrugada que vive em mim,que vive em nós e que sempre viverá em alguém.
Belos os teus poemas como sempre.
Beijinhos e um sorriso :))
Maria


De jpcfilho a 19 de Junho de 2007 às 09:14
Olá minha querida amiga Maria, obrigado pelo belos poemas, e cê sabe que gosto tb dos seus...beijos e muitos sorrisos.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds