Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

Vens do norte...


'The enchantress' de Arthur Hughes
       “The enchantress”  de Arthur Hughes


Já te dei muitos nomes.
Já te fiz tantos roteiros
e tantas falas...
Vesti-te de princesa
e dei-te muitos tesouros.
Rolei o mundo a teus pés,
mandei o sol parar
e adornei a luz de luz.
Clareou dias, meses, anos...
Há muito que te vigio e oro,
e não sei teu nome
nem quem és,
senão, um monumento
que ergui,
para minhas orações,
para me expandir, me libertar,
algemando-me
aos ventos que
te trazem do norte...
Ou será do sul?...


De: João Costa Filho




publicado por jpcfilho às 21:34
link do post | favorito
De Henrique Mendes a 24 de Junho de 2007 às 15:51
Então, será que se confirma ? Que, para erguer um deus, basta começar a rezar ?

È maravilhoso, este seu poema


De jpcfilho a 25 de Junho de 2007 às 09:27
Olá Henrique, obrigado pelo maravilhoso. E com uns elogios desses, vou inté pensar....abraço


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds