Sábado, 18 de Fevereiro de 2006

Do fundo do baú (6)


'Dream' de Jurgen Gorg
                  "Dream"  de Jurgen Gorg


Eloqüência *

Sinto-me hiperbólico,
ao te pensar,
mergulho profundo
em teus olhos redondos
que dizem oceanos,
nas tuas cores
e sinuosidades
que falam de montanhas,
e proponho tudo!...
Quero beber
todo o firmamento
em teus lábios
e beijar teus olhos
e apalpar geografias...
Vou apagar os versos
ou redondilhas
que te fazem,
sentir ciúmes até de mim,
sem te saber...
Por favor, me diz
onde estás,
onde te escondes,
se ente, se estrela,
se cósmica.
Apenas responde
e alivia os anseios,
deixa de ser sonho,
por favor, aparece...
Ou, dia desses,
tomo coragem
e te remeto bilhete
com as palavras
insondáveis...
Quando?
Onde?...


De: João Costa Filho

* 1.ª publicação - 19 de Dezembro de 2005



publicado por jpcfilho às 21:38
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 08:07
Obrigado pela visita Matheus...Grande abraço..espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@blogsapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 00:24
as coisas fantásticas que encontramos no fundo do baú. visita-me em eunublog.blogs.sapo.pteunublog
</a>
(mailto:andremateus72@portugalmail.com)


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds