Sábado, 19 de Abril de 2008

Anúncio

 

A

 

Não falarei mais

de estrelas

de flores

nem de infinito

ou noites enluaradas

Vou  ater-me

ao possível

ao mais simples.

Pois bem,

quero tão somente

um amor

só um amor

com suas conseqüências

e como  vier,

não importa

Quero apenas alguém

que me dê as mãos

para caminharmos

simplesmente

nas veredas da vida,

ou nas varandas

do destino.

Enfim um amor

mesmo que indefinido...

É uma necessidade

urgente...

João Costa Filho

 

 

 


publicado por jpcfilho às 14:32
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Jofre Alves a 19 de Abril de 2008 às 22:14
Poema lindo, sentido e de grande sensibilidade e primor, que se lê com agrado nestas veredas da vida e nete seu aprazível blogue. Boa semana.


De Jofre Alves a 19 de Abril de 2008 às 22:14
Poema lindo, sentido e de grande sensibilidade e primor, que se lê com agrado nestas veredas da vida e nete seu aprazível blogue. Boa semana.


De TiBéu ( Isa) a 19 de Abril de 2008 às 22:22
Os teus poemas entram no meu coração. Obrigada pela partilha. bj


De Maria a 19 de Abril de 2008 às 23:12
Olá joão espero que estejas bem.
Eu não quero nada
nem flores, nem chuva de doce sentido
não quero o sol na minha pele
desejo é ter o abraço do meu amor.
num longo beijo de cristalização.
Lindo como sempre o que dos teus dedos sai.
Tenho dois miminhos para ti no meu canto.
Beijinhos e um sorriso.
Maria


De Eärwen Tulcakelumë a 19 de Abril de 2008 às 23:20
Ensaie vários coments...e todos acabavam assim ...

Versos bonitos aqui leio
De um coração que busca o amor
“mesmo que indefinido”
busca por amor, carinho, amizade, companheirismo
Sei que vais encontrar este amor

Então concluo que eram estas palavras que tinha eu para ti.

Deixo pérolas incandescentes de amor amigo, banhadas no rio de lava do meu mundo.
Com carinho,

Eärwen


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 20 de Abril de 2008 às 00:00
As coisas que realizamos
nunca são tão belas
como as que sonhamos.
Mas ás vezes aconteçem coisas tão belas
que nunca pensámos em sonhá-las...
Ter-te conheçido é um exemplo...


bom fim de semana...beijinho terno e doce...


De ana poeta. a 20 de Abril de 2008 às 00:09
Poetamigo.


Esse anúncio deve ser ouvido por sua musa para que juntos possam compor versos que vagueiam no indefinivel amor. Lindo como sempre. Parabéns!

Beijos Poéticos.
;**



De Pólvora a 20 de Abril de 2008 às 17:51
De facto uma necessidade, excepto quando nos insiste em fugir...e pensamos....então senão é aquele, não poderá ser mais nenhum!


De efeneto a 20 de Abril de 2008 às 22:09
...a busca premente de quem procura o amor...espero que seja apenas palavras...belas e deliciosas como sempre...abraço e optima semana


De Secreta a 21 de Abril de 2008 às 10:32
Um amor pleno , com tudo o que acarreta!
Beijito.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds