Domingo, 5 de Fevereiro de 2006

O peso morto


'Drowned man' de Tim Davis
                                                 "Drowned man"  de Tim Davis


O peso morto,
de alma combalida
e olhos cansados,
flutua no rio,
flutua no rio,
como espelho
nas águas,
sob as estrelas,
sob o luar.
A alma sombria
de lembranças tardias
de não mais voltar.
Mas segue moribundo,
de olhos perplexos,
vendo,
nas estradas do rio,
a saudade lá longe,
seguindo,
não sabe até onde,
não sabe até onde...
Apenas olha,
apenas fita...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:14
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 21:33
Eu queria, meu Deus,
tanto eu queria,
resumir numa folha de papel
toda a minha vida passada
e a presente,
de tudo consciente.

Eu queria, meus Deus,
tanto eu queria,
pintar numa tela, num painel,
as sombras e as luzes
que intercalam
as fortes pinceladas
de alegrias, euforias
ou de dias
tão cansados
e de insones madrugadas.

Eu queria, meu Deus,
tanto eu queria,
com a humildade
de um ser arrependido,
confessar-me e pedir
o teu perdão;
porque talvez por
minha vida afora,
somente hoje,
no momento, agora,
esteja pronta para
expor meu coração.

nao se esqueça de passar pelo meu cantinho e deixar o seu perfume! optima semana marta
(http://perfumedemulher.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro89@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds