Sábado, 10 de Dezembro de 2005

O homem vazio


'Solitaire' de Lawrence Baker
                                                     "Solitaire"  de Lawrence Baker


O homem vazio
e a imagem dela
estava no cio.
E o homem vadio
fazendo aquarela
de cores do frio,
para vê-la passar.
Homem vadio
continua vazio,
continua com frio
de noites sem sombras,
sem estrelas ou luar.
O homem vazio (vadio)
de dias para lá,
de dias para cá,
já não é tão vadio (vazio),
mas continua com frio
e tem a tristeza,
para lá e para cá,
com ele morando.


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 22:12
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 10 de Dezembro de 2005 às 22:46
Cada vez que te visito e leio a tua poesia, fico sempre ansiosa á espera da próxima ... Bom Domingo. BeijinhoGotadeAmor
(http://poesiadiadia.blogs.sapo.pt)
(mailto:gotadeamor@sapo.pt)


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds