Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Poetas


'The Dream of the Poet' de Paul Cezanne
        "The dream of the Poet"  de Paul Cezanne


Não há poeta menor.
Todos são poetas,
porque trazem, em si,
o resumo e a essência
da dor,
da esperança, da fantasia
e todos os anseios
de cada dia,
de cada instante.
Cada qual,
em seu espaço,
e com suas fórmulas,
é poeta!
Apenas eu desafino.
E, sempre que os leio,
é com uma ponta de inveja
e a sensação
de que se me anteciparam
e seqüestraram meus sentimentos,
pensamentos, esperanças,
dores, anseios e fantasias,
sem a minha devida autorização.
E, por isso, amargo,
querendo escrever
uma poesia amarga,
curtindo a solidão
de não ser todos,
todos os poetas.


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:56
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De cõllybry a 28 de Janeiro de 2008 às 02:46
Poeta, Ilusão...
Teu corpo veste
Desenhas em palavras, no amanhecer
do sonho desdito...

Doce meu beijo


De Maria a 28 de Janeiro de 2008 às 16:20
Olá joão espero que estejas bem.
Todos gostavamos de ser toda a poesia que na mente de tanta gente solta anda,mas como todos somos Um espraiamos os sentimentos na glória que é ter alma de poeta.
Poeta meu que lindo é teu canto
neste som de estrofes
que por aqui escreves sejam
rimadas, ou não
teu lugar é entre os grandes
porque a dor já não importa
se fez solta e à deriva anda,
e mesmo que o silêncio seja
consternação...
Constróis na alma a suprema
vontade de ser quem és.
Poeta...

Beijinhos e um sorriso
Maria




De mixtu a 28 de Janeiro de 2008 às 17:17
escrver um poema...
é um desnudar de alma
despir de coração
o poeta... o que se denuda...

abrazo serrano


De A Túlipa a 28 de Janeiro de 2008 às 21:34
Poesia amarga.... que disse que é má. Quem disse que nâo sabe doce ao coração dos amargorados?


De Secreta a 29 de Janeiro de 2008 às 09:36
Todos os poetas são plenos de sentires.
Beijito :)


De efeneto a 29 de Janeiro de 2008 às 11:07
Obrigado amigo João pela sua visira ao meu espaço.
Se gostou do me, eu adorei o seu espaço, mas tambem não era de estranhar, ambos foram elaborados pela nossa amiga comum "Collybry".
Um abraço e volte sempre. Virei mais tarde para o ler com a ayenção que merece.


De carla granja a 29 de Janeiro de 2008 às 13:55
olá joão ! as pessoas dizem que sou uma poetisa e que escrevo bem,eu comecei a escrever há 7 meses quando fiz o meu blog na brincadeira,nem ligava a poesia e sempre há musica . por isso no sei ok é ser poeta :) mas se quiseres passa por cá e me diz se gostas do k escrevi sobre a mulher
(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)
« Beijinhos !! »
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.Carla Granja•´
( `•.¸
`•.¸ )


De ... a 29 de Janeiro de 2008 às 15:41
poeta..sim es um poeta...um grande poeta...de alma :)

Beijos doce


De marko a 30 de Janeiro de 2008 às 20:45
muito bonito, mas confesso q nao admiro poesia!

so de pensar o trabalho q me deu na escola esses poemas!


De ana poeta. a 5 de Março de 2008 às 10:43
J.C. Filho.

Todos somos poetas que versejam sobre a vida e suas inumeras possibilidades, escrever poemas é deixar que as rimas e os versos inacabados adormeçam em nossas mãos e que despertem acordem numa ânsia de tingirem o papel ainda em branco.

Beijos Poéticos.
;**


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds