Segunda-feira, 17 de Outubro de 2005

Vulcão


'Black mesa landscape' de Georgia O´Keeffe
                                      "Black mesa landscape"  de Georgia O'Keeffe


Tenho todas as esperanças
possíveis...
Das ausências que esperam,
as presenças que subtraem
e ficam pálidas,
nesse silêncio de ecos...

Preciso de todas as fantasias,
mas só contemplo minha ansiedade,
onde carências
passeiam em mim
todas as manhãs
e noites...

Essas aves geladas
são companheiras fiéis,
são rotina...

Mas ainda assim espero
rir, amar e cantar,
expandindo toda a chama
de meus sentimentos
abafados,
como vulcão
que dorme.


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 17:44
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 18 de Outubro de 2005 às 21:57
João, É lindo este poema! Continue... Abraço.DespenteadaMental
</a>
(mailto:marmonte@netcabo.pt)


De oriona a 11 de Agosto de 2008 às 00:19
...minha iamgem refletida neste espelho, faz-me conhecer a mim que de certo não entendia a própria forma de ser...

Oriona


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds