Segunda-feira, 5 de Junho de 2006

Do fundo do baú (42)


'La vie' de Marc Chagall
                                                       "La vie"  de Marc Chagall


Calendários *

Todo tempo fui velho.
Quase não fui moço.
Minha mocidade
só durou quinze minutos.
Sou apenas lembranças...
Ter e haver são nada...
Fortunas são nada...
As militâncias não me animam.
O saber é nada,
diante do tudo.
O amor e a dor,
passagens necessárias.
O passado, presente
aqui...
Logo o futuro não dirá.
Só posso carregar minhas rugas
e o desânimo das pessoas
com as pessoas,
e comigo...
Tive tempo para alguma coisa?
Se eu fiz alguma coisa?
Algo tem importância?
Que importâncias,
diante do buraco negro?...
Não exatamente
nesta ordem...


De: João Costa Filho

* 1.ª publicação – 2 de Novembro de 2005



publicado por jpcfilho às 21:14
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds