Sábado, 25 de Março de 2006

As horas


'The passage of Time' de Gilbert Michaud
                                           "The passage of Time"  de Gilbert Michaud


Todas as horas
me apressam,
em meu tempo não tardo.
Tento agarrá-las...
Nascem outras horas.
É tarde,
para recomeçar
o que, lá atrás,
não disse das horas
que correm,
velozes,
contra mim.
Meu tempo,
apenas olho
e não posso segurá-lo.
Ninguém pode!
Nem o rei
nem a menina do adeus
das horas,
nem o que pensa que é
dono dele.
As horas não são de ninguém!
Nem minhas
nem das horas,
que já são outras...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:15
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 26 de Março de 2006 às 10:16
Alo, "intemporal", fui ao teu blog rir um pouco da mulher com problemas gasosos,beijos...espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Março de 2006 às 10:14
Alo Lu, vou rir o que der do tempo, aliás ele vem rindo de mim toda vida...beijos...espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Março de 2006 às 00:31
O tempo foi criado pelo homem....o relógio, as horas.........vamos fazer o seguinte? Esqueci isso.Crie o seu próprio tempo e viva! Quando vc completar mais um ano, sinta isso....quando vc cair, de risadas....quando vc alcançar algo agradeça...beijos e lindo poema.Lu
(http://www.sempudor.blogs.sapo.pt)
(mailto:lu.rosario@yahoo.com.br)


De Anónimo a 25 de Março de 2006 às 23:05
Lindo poema, bonita escolha, parabéns. Bfds ....bjksintemporal
(http://intemporal.blogs.sapo.pt)
(mailto:intemporal@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds