Quinta-feira, 10 de Agosto de 2006

Perdição


'Etherea couple' de Karin Rosenthal
                             "Etherea couple" de Karin Rosenthal


Me pediste,
me ordenaste,
obedeci:
beijei-te toda,
te aspirei,
me embriaguei
em ti,
entrei, sumi em ti
e aí
me tornei mulher,
unifiquei-me em ti,
é tudo volúpia,
homem-mulher-sexo-amplexo,
quanta sofreguidão,
ansiedade e destempero,
sem fim.
Tomara ser sempre assim,
homem-mulher-sexo-amplexo,
muita servidão,
me perdendo
em teus labirintos,
"forever"...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:48
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Sandy a 10 de Agosto de 2006 às 23:32
Um texto que nos leva para a volúpia, para a sensualidade e para o prazer carnal - o mais benéfico de todos os prazeres, quando os dois corpos se merecem. jokas


De jpcfilho a 11 de Agosto de 2006 às 08:51
Olá Sandy, é verdade, o mais nobre e natural dos prazeres... Beijos


De Silvia a 11 de Agosto de 2006 às 12:06
Que grande maluco!
Mas um maluco feliz concerteza! (estou a falar da personagem).
Há momentos de tal intensidade que nem se conseguem descrever ...valem por si ...mas esta personagem fez uma descrição directa, ao pormenor e transpirando desejo carnal...e o resultado foi bastante bom.
Resultado: um segundos agradáveis e cheios de intensidade a quem lê as linhas.




De Silvia a 11 de Agosto de 2006 às 19:10
Queria deixar mais umas linhas.
Eu não posso falar muito de sexo...aliás tudo o que sei foi lido em livros e visto na televisão.
Eu gosto de falar do que já vivi e esclareço que não sabia o que escrever na outra mensagem. Quando já tivemos as experiências é mais fácil falar. Mas o que escrevi apesar de não me "sentir em casa" é verdadeiro principalmente quando digo que foi bem conseguida a transmissão dos sentimentos que são difíceis de exprimir pelo poeta.
Gostava de deixar uma pergunta a alguém que parece ser mais conhecedor da matéria:
Sexo sem amor é benéfico para alguma coisa?
Gostava de ter a resposta com toda a sinceridade e o mais explícito possível...mas estás no teu direito de não responder.
Vou novamente fazer uma semana descanço e quando voltar vou logo ler a tua resposta pois tenho curiosidade em saber o teu ponto de vista. O meu já deves saber...acho que embora não me conheças minimamente já dei a entender.

Um bom fim de semana e que Deus te continue a dar essa inspiração.


De jpcfilho a 11 de Agosto de 2006 às 23:36
Olá Silvia, e agora vou responder segundo o que entendo da vida, vamos lá: sexo com amor é a expressão máxima da vida é tudodebom.com, e natural, e divino, e incomensurável...Mas se for necessário tb se faz sexo sem amor sim, desde que pelo menos vc simpatize com a criatura oponente, e simpatia é quase amor, vc não acha?... Sei com certeza que sexo é saudável, e que o corpo sente falta, e a saúde tb agradece, portanto? Espero que tenha dito algo interessante...
beijos, e um ótimo fim de semana...


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds