Segunda-feira, 21 de Agosto de 2006

Resgate


'The scream' de Edvard Munch
                   "The scream" de Edvard Munch


Como vou definir esse sufoco?
Como vou arrancar de minhas entranhas
essa depressão que me faz louco
de sensações tristes, pesadas, estranhas,
essa agonia indefinida?...
Ou completar partes de mim, dispersas
em ansiedades e estresses sem fim?...
Ai de mim, ai de mim...
Tudo a sufocar.
Como remédio, o bar,
que é a pior cura,
pois, aí, os inimigos se multiplicam
num sem fim de loucuras e dor
do vazio do amor,
às desesperanças, sim...
Ai de mim, ai de mim...
Para onde vou,
onde encontrarei bastante amor,
para me resgatar
deste secular encanto
e pranto?...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:27
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Silvia a 22 de Agosto de 2006 às 18:28
Vai caminhando desamarrado
C/E G
Dos nós e laços que o mundo faz
Em C
Vai abraçando desenleado
Am D
De outros abraços que a vida dá

G D/F#
Vai-te encontrando na água e no lume
C/E G
Na terra quente até perder
Em C
O medo, o medo levanta muros
D C
E ergue bandeiras pra nos deter

G Am
Não percas tempo,
G Am
O tempo corre
C Am Bm
Só quando dói é devagar
C Bm
E dá-te ao vento
G
Como um veleiro
Am C
Solto no mais alto mar

Liberta o grito que trazes dentro
E a coragem e o amor
Mesmo que seja só um momento
Mesmo que traga alguma dor
Só isso faz brilhar o lume
Que hás-de levar até ao fim
E esse lume já ninguém pode
Nunca apagar dentro de ti

Não percas tempo
O tempo corre
Só quando dói é devagar
E dá-te ao vento
Como um veleiro
Solto no mais alto mar

Não fui eu que escrevi este poema. Ele é duma cantora que gosto particularmente: Mafalda Veiga. Eu estou a tentar segui-lo ao máximo. Eu adoro as músicas dela. Ouvi com muita atenção e achei que devemos seguir esta mensagem com todo o rigor na nossa vida.


De jpcfilho a 22 de Agosto de 2006 às 23:11
Olá Silvia, que belo poema, gostei muito...beijos


De Suzy a 22 de Agosto de 2006 às 19:34
Olá João :)
Venho deixar-te um beijinho com ternura e deixar-te um sorriso, para tentar derrubar, nem que seja um pouquinho, esse pranto. Que a vida te encha de todo o amor, paz e felicidade que desejas. [procura-as no vento... no sol... no amanhecer... no teu coração... abre os braços e abraça o bem que te envolve e todo aquele que há-de vir :) ]


De jpcfilho a 22 de Agosto de 2006 às 23:16
Olá Suzy, muito obrigado pelo carinho e o sorriso, pode deixar que vou procurar ao vento e no sol, outros amanheceres....beijos


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds