Domingo, 19 de Março de 2006

A culpa


'Hands of Time' de M. L. Walker
                                                   "Hands of Time"  de M. L. Walker


Quero fugir
de dentro de mim.
Quero sair deste horror
a mim imposto.
Tenho de carregar,
às costas,
esta negação,
este não aceitar
torturas que me dilaceram
e mutilam.
Corro para as ruas desertas,
para cidades desertas
e escuras,
viajo atormentado
nas pinturas de Munch
e nos poemas de Poe...
Agarro minhas têmporas
e corro, fujo, de mim,
para as florestas da noite
ou para alguém
que me abrace forte,
que me abrace muito
e me diga suaves
e me prometa suaves.
Preciso de mãos
que me perdoem.
Não sei...
Só que me perdoem
de minhas ancestrais
culpas...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 19:46
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 21 de Março de 2006 às 08:33
Linda Gaivotadaria, o pecado original, é a melhor coisa desse mundo, e ainda é original...beijos...espelhodesombras
</a>
(mailto:jpcfilho@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Março de 2006 às 14:15
Às vezes faz tanta, tanta falta um abraço... envolto num abraço esqueces o mundo lá fora, fica tudo mais suave, e as tuas culpas se as reconheces não são culpas, a culpada é a imperfeição, quem é culpado de sermos seres imperfeitos? O pecado original? Ora!!!Um abraço para ti.gaivotadaria
(http://gaivotadaria.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds