Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Eu, verme...


'Lord of the worms' de Garth Hill
           “Lord of the worms”  de Garth Hill


Sou o que a terra
rejeitou
e, para descontaminar,
subi à superfície.
Fui desterrado
e me misturei
a meus pares
e, com eles, aprendi
e apreendi o viver
e pratiquei todas
as ignomínias de homem:
nossas invenções.
E, sobretudo, me disfarcei,
fui solerte
e multifacetado.
Disse o que não disse
e apedrejei crianças amarelas
de fome.
Criei armas de genocídios
e rezei minha reza
para meu Deus.
Roubei, principalmente,
dos pobres
e, novamente, rezei
pela minha salvação.
Usei todas as máscaras!
A mãe terra
deu-me essa viagem
de amor e autodestruição
para, quando de volta
à terra,
eu, verme,
compadeça-me de
minha trajetória...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 22:18
link do post | comentar | favorito

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds