Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

“Cavaleiro da esperança”


'A knight at the crossroads' de Victor Vasnetsov
                                         “A knight at the crossroads”  de Victor Vasnetsov


É tua missão,
cavaleiro da esperança,
atravessar os mundos,
florestas, oceanos, estradas
e montanhas
e, em todos os povos
e em todos os idiomas,
conflagrares ânimos,
para os novos tempos,
tempos de nada,
tempos cinzentos e plúmbeos...
Atravessa, de norte a sul,
propagando a nova,
a nova prenunciada,
desde o primeiro tempo,
quando o homem
matou o primeiro
homem
e banalizou a vida
e transformou a ignomínia
e a morte
em hóspedes preferenciais
de todos os lares,
nações, religiões e políticas.
As religiões que matam
pelo Senhor.
As políticas que matam
pelo povo.
Matar e flagelar teus irmãos
é a palavra de ordem.
Torturar, torturar muito,
humilhar, dividir, roubar,
classificar, discriminar,
autodiscriminar, pela razão.
E, pela fé,
assassinar a fé.
E, pela natureza,
matar a natureza.
E, finalmente, todos
de mãos dadas
e em unção acordados
na consonância primordial
da devastação una
de consenso universal...
Diz, cavaleiro da esperança,
apocalíptica esperança,
que já não existe esperança.
Portanto, não mais é necessária
a redenção nem arrependimentos.
O tudo que é do homem
ao homem será dado.
Já estava escrito...


De: João Costa Filho


 


publicado por jpcfilho às 05:55
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Maria a 26 de Junho de 2008 às 23:22
Olá João, espero que estejas bem.
Belo poema transformador de Ser, mas tenho esperança mesmo assim no teu Cavaleiro de Esperança.
Desejo-te um fim-de-semana cheio de luz.
Beijinhos e um sorriso
Maria


De efeneto a 27 de Junho de 2008 às 13:17
Depois de um período de colocação de ideias e palavras em dia, estou de volta às visitas regulares. Ficam aqui palavras e um convite. Voltarei.
Beijos e abraços para passarem um fim-de-semana na companhia da família ou da sua própria.
***
Quem passa por mim
não vê
que homem aqui chegou,
só viu matéria por fora
por dentro nem se lembrou.
Só quero ser, por ora,
um homem que sabe amar,
solitário na solidão
sem inspirar comiseração.
Não me afundarei
em qualquer rio revoltoso.
Nenhuma onda ou túnel
escurecerão a minha vontade.
Sou eu, inteiro e sem ódios
que o meu coração não guarda.
Serei amanhã o que for
com os amigos em meu redor.

**
Se quiser passar um fim-de-semana com letras, leia a:
H¡S†Ö®¡Ä ÐÄ MËN¡NÄ †®¡S†Ë



De carla granja a 27 de Junho de 2008 às 16:01
Ola amigo João! enquanto há vida há esperança então vamos confiar nesse teu cavaleiro que atravessa o mundo para dar esperança a todos nós
Te desejo um bom fim de semana
e passa por cá
bjos
Carla Granja


De ana poeta. a 28 de Junho de 2008 às 01:46
J. C. Filho.

Este "cavaleiro da esperança" carrega em si tds as "mazelas" e "bonanças" que ao homem foram promulgadas e a este não foi lhe dado apenas a esperança, mesmo q lhe pareça vã, o que está escrito nem sempre lhe pertence de fato. Versos intrigantes...

Beijos Poéticos.
;**


De Jofre Alves a 28 de Junho de 2008 às 11:42
Quando vivi no Brasil, na década de 1970, o "Cavaleiro da Esperança" era o Luís Carlos Prestes, sobre o qual o grande Jorge Amado escreve um excelente livro. Como sempre fiquei deliciado com o seu magnífico poema, de grande qualidade. Boa semana.


De Lu Rosario a 29 de Junho de 2008 às 14:15
A esperança é uma arma que devemos empunhar, e o cavaleiro da esperança, assim como o rapaz aqui comentou, me fez lembrar Luiz Carlos Prestes que recebeu este nome na época da Ditadura. Saudades de vc, coisinha.

Beijos!


De oriona a 29 de Junho de 2008 às 23:58
Olá, boa noite!!! Achei muito lindo seus poemas, a emoção que você consegue transmitir neles é realmente maravilhosa.
Te adicionei como amigo pois é o que realmete desejo que sejas, se quiser adentrar em uma parte de meu mundo, fique à vontade, é um mundo desconhecido, mas serás sempre bem recebido.

Amplexos!
Oriona


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds