Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

Mudanças


'Dreamtime traveller' de Sharon White
                                            "Dreamtime traveller"  de Sharon White


Já agora,
digo a mim mesmo,
cuidarei bem de minha
liberdade.
Vou levá-la comigo
e desfrutar a vida.
Vou caminhar em lugares
novos e regulares
e nunca levarei
nada incômodo.
Então, quando a vida,
em qualquer lugar,
parecer desagradável,
me despirei dos empecilhos
e tratarei de mudar.
Vou ater-me, de preferência,
às coisas simples
e irei à procura
de lugares bonitos
e tranqüilos
e, aos poucos,
darei a mim mesmo
uma nova educação,
transformando as coisas,
com paciência e dedicação,
e de tal maneira
que, no fim de tudo,
possa dizer, não só,
que vivi muitas vezes,
mas que fui muitos homens...


De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 21:32
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De gaivota da ria a 2 de Novembro de 2006 às 23:17
Mudança? Vais viajar por lugares novos e vais deixar este velho espaço? Se assim for resta-me fazer duas caretas, esta: mas ao mesmo tempo esta


De jpcfilho a 3 de Novembro de 2006 às 00:00
Linda Gaivotadaria, gostei das caretas, e até que parecem comigo, antes do beijo da pricesa, é claro. beijos


De Jofre Alves a 3 de Novembro de 2006 às 11:59
Blogue duma estética irrepreensível, comprometido com a beleza da vida, a merecer mais e constantes visitas no futuro. Gostei imenso desta página elegante e do bonito poema. Bom fim-de-semana.


De jpcfilho a 3 de Novembro de 2006 às 22:13
Olá Jofre Alves, elegante meu amigo, é seu comentário, obrigado...Grande fim de semana.


De Silvia a 3 de Novembro de 2006 às 17:43
Abençoado de quem tem coragem de mudar seja o que for na sua vida. Isso demonstra a vida que brota da prórpia vida e não a ausência de vida na nossa vida.

Uma grande viagem de sonhos bons e profundos cheios de memórias agradáveis.


De jpcfilho a 3 de Novembro de 2006 às 22:15
Olá Silvia, vc é que é uma menina abençoada, e cheia de disposição de observar a vida. Obrigado. Um lindo fim de semana procê.


De Lu Rosario a 3 de Novembro de 2006 às 20:21
Depois de ler seu poema e ler a palavra liberdade, eu me questionei: Será que a liberdade existe? É sério...pensando racionalmente ela não existe...apenas emocionalmente e o poema é lindo.

No dia que eu atirá-lo (Italo) no mar... ele perdeu a maior parte do espaço q ainda ocupa em meu coração.

Beijos!


De jpcfilho a 3 de Novembro de 2006 às 22:17
Olá Lu, obrigado pelo, lindo poema. Logo vou comentar a respeito dessa tal de Pícaro. beijos


Comentar post

.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 15 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds