Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Anacrônico


'A Dandy' de James Tissot
                         “A Dandy”  de James Tissot


Gostaria de ter nascido
na “Belle Époque”,
para passear de tílburi
em caminhos cheios de verde
e praças cheias de rosas
e espinhos,
ver garotos rosados
brincando, realmente,
moços e moças na
amarelinha e ciranda
e senhoras na varanda.
Tudo rimando.
Gostaria de, com os poetas,
apontar com a austera bengala
a aurora boreal,
após noites de gala
no desembalado frenesi
matinal,
de compor amor, com dor
e tuberculose,
como nos velhos tempos.
Gostaria de tocar a viola,
olhando-te na janela,
e que tu, toda bela,
pedisses para explorar-te
e eu, quase tímido,
a enlaçar-te
e, depois, ousado, beijar-te
e, assim, fruir-te
e me eternizar em ti,
até à volta do tempo.



De: João Costa Filho



publicado por jpcfilho às 20:44
link do post | favorito
De TiBéu ( Isa) a 27 de Janeiro de 2008 às 00:10
O joão é um poeta
Tambem meu amigo virtual
Te deixo um grande beijo
Por favor, não leves a mal

Gosto dos teus comentarios
Tambem da tua simplicidade
Teus poemas são lindos
Lindos amigo, de verdade


Olha sai em verso bj


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.Ao som de:


.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 16 seguidores

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ficastes

. Quase ontem

. Denúncia

. ADEUS, AMIGO

. ...

. Bendito fruto

. ...

. Amor animal

. Interiores

. A partida

.Link em selo



.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.subscrever feeds